sábado, 17 de março de 2012

Adoniran Barbosa e Vania Carvalho-Prova de carinho (biografia)


Vania Carvalho
Irmã da também cantora Beth Carvalho. Em 1961, formou-se em Filosofia pela PUC-Rio. Em 1969, Edmundo Souto e Paulinho Tapajós compuseram "Cantiga por Luciana" em homenagem à sua filha. A música, defendida por Evinha, venceu o IV Festival Internacional da Canção (TV Globo), conferindo aos compositores o prêmio Galo de Ouro. Como publicitária, trabalhou no "Correio da Manhã", na Rio Gráfica Editora, na Bloch Editores (revista "Manchete") e na Revista de Domingo do "Jornal do Brasil". 

Em 1978, gravou seu primeiro LP, "Vania", produzido por Paulinho Tapajós, no qual registrou canções como "O importante é ser feliz" (Ruy Quaresma), "Minha honestidade vale ouro" (Nelson Cavaquinho e Guilherme de Brito), "Lamentação" (Mauro Duarte) e "Saudade demais" (Arthur Verocai e Paulinho Tapajós), entre outras. O disco contou com arranjos do maestro Ivan Paulo e a participação de músicos importantes como Dino, Abel Ferreira, Altamiro Carrilho, Nelsinho e Manoel da Conceição (Mão de Vaca). Ainda nesse ano, apresentou-se, ao lado de Élton Medeiros no show "Unha de gato", realizado na Sala Funarte, com direção de Tereza Aragão. 

Em 1979, participou do LP "Evocação II - Chiquinha Gonzaga", produzido por Antonio de Vincenzo e Aluízio Falcão. Nesse mesmo ano, atuou no show "Glórias do samba", dividindo o palco do Cine Show Madureira (RJ) com Nélson Cavaquinho e a Velha Guarda da Portela, sob a direção de Edmundo Souto e Lauro Góes. Também em 1979, apresentou-se no Rio de Janeiro, João Pessoa, Fortaleza, Natal e Belém, com Nélson Cavaquinho e Beth Carvalho, pelo "Projeto Pixinguinha". 

No ano seguinte, participou do LP "Adoniran Barbosa 70 anos", em comemoração dos 50 anos de carreira do compositor, com quem gravou a faixa "Prova de carinho". Também em 1980, voltou a participar do "Projeto Pixinguinha", dessa vez em shows com Nelsinho do Trombone e Ataulfo Jr., no Rio de Janeiro, São Paulo, Curitiba, Porto Alegre, Belo Horizonte e Brasília. Nesse mesmo ano, gravou a faixa "Pedro do Pedregulho", no LP "Evocação V - Geraldo Pereira". Integrou, ainda em 1980, o elenco do espetáculo "Pranto de poeta", realizado no Teatro Ipanema (RJ), ao lado de Nelson Cavaquinho (que comemorava 70 anos de idade) e Rildo Hora. O show, com direção musical de Ruy Quaresma e direção geral de Otoniel Serra, contou com a participação dos músicos Ubirany e Alceu Maia. 

Em 1981, apresentou-se com Monarco no show "Poder da Criação", realizado na Sala Funarte, com direção de Edmundo Souto. 

Em 1993, participou, ao lado de Nelson Cavaquinho e Beth Carvalho, do CD "Nelson Cavaquinho", lançado no mercado japonês, interpretando a faixa "Nelson Cavaquinho", uma homenagem de Egberto Gismonti e Paulo César Pinheiro ao compositor, que assina todas as outras canções do disco.