sábado, 8 de setembro de 2012

Thelma Costa (biografia)


Telma Correa Costa da Cunha era filha caçula de Maria Aparecida Correa Costa, pianista e professora de piano e canto coral do Conservatório de Juiz de Fora. Irmã das compositoras Sueli Costa e Lisieux Costa e mãe da cantora Fernanda Cunha.
Iniciou sua carreira artística em sua cidade natal, integrando, com suas irmãs, Sueli e Lisieux, o grupo vocal Trieto. Aos 15 anos de idade, foi convidada por Chico Buarque para dividir com o compositor a interpretação da música "Sem fantasia", em show realizado no Clube de Juiz de Fora.
Em 1971, mudou-se para o Rio de Janeiro, onde iniciou sua carreira profissional. Integrou, ao lado de Miúcha, Olívia Hime e Elizabeth Jobim, o grupo vocal que participou de shows de Tom Jobim e Vinícius de Moraes. Atuou em casas cariocas, como Special e People, entre outras, e na Sala Funarte, ao lado do compositor Tite de Lemos. Em 1978, gravou no LP "Vida de artista", da compositora Sueli Costa, a faixa "Quatro de dezembro", que contou com arranjo de Dori Caymmi.
Em 1980, gravou em dueto com Chico Buarque a canção "Eu te amo", parceria do compositor com Tom Jobim, faixa incluída no LP "Vida", posteriormente lançado no exterior com o título "En español".
Em 1983, lançou seu primeiro LP, "Telma Costa", contendo as músicas "Coisa feita" (João Bosco, Aldir Blanc e Paulo Emílio), "Lembra" (Ivan Lins e Vitor Martins), "Ilusão" (Dori Caymmi e Paulo César Pinheiro), "Fruta boa" (Milton Nascimento e Fernando Brant), "Não vale mais chorar" (Toninho Horta e Ronaldo Bastos), "Certeza da beleza" (Caetano Veloso), faixa que contou com a participação do compositor, "Adoração" (Lisieux Costa e Tite de Lemos), "Espelho das águas" (Tom Jobim), "Sem dor" (Danilo Caymmi e Helena Jobim) e "Chuá, chuá" (Pedro Sá Pereira e Ary Pavão). Os arranjos foram assinados por Dori Caymmi e César Camargo Mariano.
Ainda na década de 1980, gravou o "Bar Academia", programa solo especial, realizado pela TV Manchete. Nessa mesma emissora, participou de um especial sobre o compositor Tom Jobim, no qual cantou, em dueto com Chico Buarque, a música "Eu te amo". Os dois foram acompanhados pelo próprio Tom ao piano.
Atuou em trilhas sonoras de novelas, registrando as canções "Fruta boa", de Milton Nascimento e Fernando Brant, para a novela "Paraíso" (Rede Globo/1982), de Benedito Ruy Barbosa, e "Adoração" (Lisieux Costa e Tite de Lemos), para a novela "Eu prometo" (Rede Globo/1983), de Janete Clair, e do filme "Inocência" (1983), de Walter Lima Júnior, registrando a canção "Azulão" (Jayme Ovalle e Manoel Bandeira). Faleceu prematuramente em 1989.
 17/11/1953 Juiz de Fora, MG
 07/11/1989 Rio de Janeiro, RJ