quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Lô Borges e Samuel Rosa-Horizonte vertical (letra e vídeo)



Sem cortinas os olhos vêem bem mais
O horizonte vertical
Recortando a luz que os olhos têm
Vendo um cartão postal
Ilusão, ali na colina recria no olhar uma cor
Precisão partia o dia da rima nascia assim
Numa nota só uma letra voz da canção
Em fantasias os homens mais que crêem
Puro instinto animal
Retirando o ó que o zero, tem lá
Inventando um sinal
Tire a mão dos olhos
Põe
Suas mãos nos braços
Meus
Me abrace mais
Entre agora já
Tire as mãos e os olhos
Seus
Estarão nos olhos meus
Em qualquer lugar
Entra agora e traz
Você