terça-feira, 26 de março de 2013

Agostinho dos Santos-Nem sol,nem paz,nem voce (letra e vídeo)


Eu entendo os seus olhos
Dizendo outra vez
Que não há mais amor para mim
Uma noite faz tempo
Também me falaram assim
Mas depois
A luz clara do sol
Os seus olhos, me viram passar
E na glória da tarde de paz
Me deixarão voltar
Desta vez
Adivinhe em seus olhos
A sombra cinzenta
Da nuvem ruim
A dizer, que não há esperança
De sol para mim
A ternura, que guardo comigo
Vou vendê-la a qualquer inimigo
Não, não quero guardá-la porque
Vai lembrar-me, você