quinta-feira, 8 de maio de 2014

Nei Lopes e João Bosco - Tempo de gloria (vídeo e letra)


Conheci a Clementina
Graças a esta senhora
Que é nossa e da glória
Num tempo que passou
Era domingo em seu rosto
E, mesmo agosto sorria
Águas de muita alegria... rolavam
Quando ouvia Clementina
Graças a esta senhora
Que é nossa e da glória
Eu quase chorava

Se um certo senhor Aniceto
Contente cantava a noite inteirinha
Improvisando do jongo ao lundu
E mesmo benditos e até ladainhas
Clementina no falsete
Lembrava o Catete do grande Irineu
Pela luz divina
Só ouvir Clementina
Jesus era eu

E prá lá das três horas da tarde
A rapaziada abria o farnel
Era arroz de forno, leitão e galinha
Com muita empadinha, farofa e pastel
E lá do alto do Outei
ro
Um Deus pagodeiro dizia amém
Ao ouvir Clementina
Jesus só queria ser preto também

Dagmar, seu Galdino, Caquera
Alzira"moleque" e seu Antenor
Vinha gente de Rocha Miranda
E de Bento Ribeiro, do Paz e Amor
E no seu reino de glória
A senhora rainha Quilo de Jesus
Quando a noite vinha
nos iluminava de samba e de luz