terça-feira, 24 de março de 2015

Oswaldo Montenegro - A porta da alegria (vídeo e letra)

Cada vez que eu subo ao palco pra cantar
Eu me lembro de você
Será que ainda quero falar?
Ainda há coisas pra contar ou pra dizer?
O vento corta a pele, mas
O coração por dentro resistiu.
O sol lá fora é novo, mas você não viu
Cada vez que alguém me olha com atenção
Dá vontade de gritar
Que o tempo tá na contramão,
E é preciso de algum jeito se apressar
A vida exige sonhos, e o amor, é só um jeito de sonhar,
E não há mais segredo se a gente falar
Mas eu seu que fiz as coisas do meu jeito
Não há o que consertar,
Cada um tem sua historia
Só quem viveu, é que pode contar
E o passado é diferente na memoria,
E o certo é o que virá
Abre a porta da alegria e deixa entrar!
Abre a porta da alegria e deixa entrar
Hoje eu sei só quem tirou a fantasia
Aproveita o carnaval
Apaga o que havia,
E comemora o que há de novo no quintal
O amor troca de rosto,
Mas mudar não quer dizer que é o final
Se lembra: Toda a nostalgia pode ser fatal
E descansa que a vida dá um jeito
Que for para ajeitar.
E o que não foi possível, é possível que ainda esteja lá
De repente, em qualquer rua sem aviso,
A gente vai se achar
Abre a porta da alegria e deixa entrar
Abre a porta da alegria e deixa entrar
E hoje eu sei que fiz as cosias do meu jeito
Não há o que consertar
Abre a porta da alegria e deixa entrar
Abre a porta da alegria e deixa entrar