terça-feira, 13 de outubro de 2015

Edimar do Salgueiro - Louvação à Chico Rei (vídeo e letra)


Eu vou contar A história do bom Chico Rei 
Que foi capturado 
Com seu povo escravizado 
Sem pudor e sem ter lei 
No porão de um tumbeiro 
Num maldito cativeiro o chicote do feitor 
E naquele sofrimento se ouvia um lamento 
De tristeza e de dor 
Ô ô ô Zambi, deus do amor, da paz 
Tenha pena desta gente 
Que pensa na corrente, sofre e padece demais 
E no Rio de Janeiro 
No valongo leiloeiro a apregoar 
E um fidalgo mineiro, moço cheio de dinheiro 
Foi lhe comprar 
E foi levado a Vila Rica 
Ao trabalhar nas minas do senhor 
E todo dia levava ouro nos cabelos 
Até que um dia a alforria ele comprou 
Mandou libertar seu povo 
E voltou a ser rei de novo 
Vamos nos dez anos de Barroca 
Quando o samba te evoca e vem pra ti coroar 
Mandou construir uma igreja 
Lá no alto da cruz 
Pra Santa Efigenia 
Sua devoção, sua luz.