segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Mariana Mello - Recato (vídeo e letra)


Ego infla alma murcha, vista a crista carapuça
A minha eu já vesti, me despi, virou, virou bagunça
Amiga, andei com onça e do meu santo levei bronca
Quando permiti o conto consciente da responsa
Pensa, pensa não chega na boca, o que chega vira murro de ponta
Faca amolada na carne não funciona tu sabe no turno dos coxa
Amiga, andei com onça e do meu santo levei bronca
Quando permiti o conto consciente da responsa
T​ô​ sozinha nessa porra e sempre foi assim!
Tanto faz se você fala bem ou se fala mal de mim
Sem pó de pirlimpimpim, acontece, eis me aqui
Procurando as respostas pra tu não se iludir
Quero vitórias e gás, pra ser um ser eficaz
O meu espaço e mais, busco palavras letais
Que desenvolvam a paz no seu sistema nervoso
Mais coletas seletivas e um som cabuloso
Soc, soc, socorro!
Eu também gosto de rap
Ideia e som que desenvolve, flow que não tem stop
Paranoia entra em choque, quebrando a cuca dos loc
Me solte, se toque!
Valorize a sua mãe, tem idiotas que maltratam garçonetes e cães
Missões, anote em seus corações
Quero conquistar milhões de pessoas por persuasões
Não leve a sério discussões, necessitamos de leões
Que comandem a selva, sem gerar mais confusões
Missões
Bad girl tem um monte, até queria ser também
Mas pregar a maldade não tá ajudando ninguém
Não sou pastora e não, não tenho religião
Quero mudar essa fita, ou tu nasceu pra ser padrão? Missão