quinta-feira, 5 de outubro de 2017

Carlos Dafé

Compositor, multiinstrumentista e cantor, Carlos Dafé começou sua carreira artística em 1967, sendo considerado uns dos precursores da soul music no Brasil. 
Suas composições dão uma personalidade carioca ao estilo criado nos E.U.A., uma fusão samba-soul aclamada pelo público e por grandes artistas, que gravaram suas músicas. 
Assim aconteceu com o hit “Pra que Vou Recordar o que Chorei”, gravado por Tim Maia, e tantos outros, ficando conhecidos na voz de estrelas como Elza Soares, Alcione, Beth Carvalho, Cauby Peixoto, Seu Jorge e Zeca Baleiro.

BEM-VINDO AO BAILE

Neste ano, Dafé lança seu 10º disco solo, intitulado “Bem-vindo ao Baile”, produzido por Marlon Sette e Felipe Pinaud. Com participações especiais de MC Marechal, Zeca Baleiro, Marcelo Yuka, Toni Garrido e Da Gama, o soulman, conhecido como “Principe da Black Músic”, apresenta novas canções e a regravação de clássicos atemporais, como “A Cruz”, “De Alegria Raiou o Dia”, “Escorpião”, além do samba “Dafé e Carlos”, música de Jorge Aragão em sua homenagem.
Entre os músicos que gravaram no álbum, estão Chico Batera, Paulinho Guitarra, Bi Ribeiro (bateria), Ronaldo e Vanderlei Silva (percussão e bateria), Sidão e Alberto Continentino (baixo), Felipe Pinaud (guitarra, flauta e arranjos) e Marlon Sette (arranjos e trombone), entre outros do mesmo quilate.