segunda-feira, 6 de novembro de 2017

Alice Passos (BIOGRAFIA)

Alice Passos é uma das mais talentosas representantes de uma geração que traçou diferentes caminhos, mas que firmou o ponto de encontro na Lapa.
A cantora, apesar de ter vivido o seu amadurecimento no bairro boêmio carioca, onde chegou com apenas 15 anos para mostrar seu talento precoce em casas como Semente, Clube dos Democráticos e Carioca da Gema, por incrível que pareça, já tinha estrada.
Aliás, já nasceu e cresceu nos bastidores da música: é irmã da cantora e cavaquinista Mariana Bernardes e filha da cavaquinista Ignez Perdigão, também professora de gerações de artistas.
Aos 8 anos entrou para os “Flautistas da Pro Arte”, onde até hoje milita, mas já como a renomada Orquestra de Sopros da Pro Arte. Durante esses 14 anos, tocou flauta, cantou e fez arranjos para a orquestra, que anualmente homenageia algum mestre de nosso cancioneiro.
Neste período fez apresentações no Rio, em Belo Horizonte, em Salvador e também uma turnê pela Áustria, Nova Iorque. Quando chegou à Lapa já foi pelas mãos de Wilson das Neves, na casa Estrela da Lapa.
Com o baterista de Chico Buarque, parceiro de Paulo César Pinheiro e bamba do Império Serrano, fez shows também em Belo Horizonte, além de fazer coro em seu último trabalho, “Pra gente fazer mais um samba”.
A partir deste encontro tornou-se figura onipresente nas noites do bairro. Foi por três vezes finalista do concurso de Novos Talentos do Carioca da Gema e passou a ser chamada para diversas gravações.
Alice já cantou ao lado de grandes artistas como Guinga, Yamandú Costa e Roberta Sá e acaba de lançar seu primeiro CD, Voz e Violões, onde canta ao lado de mestres como Guinga, Zé Paulo Becker, Dori Caymmi, Miguel Rabello, entre outros violonistas de grande notoriedade.