segunda-feira, 20 de novembro de 2017

Chico Maranhão (BIOGRAFIA)

O compositor e cantor Francisco Fuzzetti de Viveiros Filho (Chico Maranhão), tem sua trajetória musical iniciada em 1960 em São Luís do Maranhão, de onde saiu em 63 para cursar a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo de São Paulo. A partir daí destacam-se os seguintes trabalhos:
- Participação com seu violão na peça “Morte e Vida Severina” de João Cabral de Mello Neto com música de Chico Buarque, no TUCA (Teatro da Universidade Católica), peça premiada no Festival Internacional de Teatro Amador em Nancy, França;
- Participação em 1967 do III Festival de Música Popular Brasileira da TV Record com o frevo “GABRIELA” (defendida por MPB-4, 1967) sendo saudado como revelação classificada em quinto lugar;
- No fim deste mesmo ano compõe a música do espetáculo infantil “Quem casa quer casa”, encenada no Teatro Leopoldo Froz, em São Paulo.
- Na mesma seqüência dos Festivais participa e revela entre outras músicas, “Descampado Verde” (defendida por MPB-4 - IV Festival de MPB, TV Record, 1968) e “Dança da Rosa” (defendida pelo conjunto 004, Traditional Jazz Band e o próprio Maranhão - Festival Internacional da Canção, Sessão São Paulo, 1968);
- Lançou 4 discos pelo selo Marcus Pereira Discos: “Maranhão e Renato Teixeira” (disco brinde - 1969), “Maranhão” (1974), “Lances de Agora” (1978) e “Fonte Nova” (1980);
- Em 1974, cria e coordena em São Luís o “Primeiro encontro de compositores de São Luís”, no parque Bom Menino.
- Em 1979, participa como ator da peça “Uma incelênça por Nosso Senhor” produzida pelo Labortarte – Laboratório de Expressão Artística, direção de Tácito Borralho.
- Em 1980 participa do Festival MPB-80 da Rede Globo com a canção “Di Verdade”, interpretada por Diana Pequeno e é uma presença assídua no programa SOM BRASIL;
- Coordenou para a Rede Globo a parte regional em São Luís do “MPB-Festival dos Festivais”;
- Ainda na década de 80 montou vários shows com destaque para: show de bossa nova, dirigido por Túlio Feliciano no teatro Arthur Azevedo; Musica peça infantil chamada “Zureta” com textos de Jorge Gouveia e Janice Gouveia, encenada também em São Luís.
- Em 83 monta espetáculo chamado “Escravo Coração” com a direção de Ginaldo de Souza, para o Arthur Azevedo que vem a participar de 21 a 25 de março do mesmo ano no teatro Carlos Gomes – Rio de Janeiro, do projeto “Seis e Meia”;
- Em maio de 83 de 26 a 29, apresenta “Chico Maranhão em concerto”, show no Arthur Azevedo;
- Em 25 e 26 de novembro de 1983 no Centro Cultural de São Paulo – sala Adoniran Barbosa realiza show intitulado “…Em Canto” com direção artística de José de Anchieta;
- Em 86, cria o musical “O Sonho Cor de Rosa”, junto com o compositor Sérgio Habibe com direção geral de Aldo Leite e grande elenco para o Teatro Municipal de São Luís: Arthur Azevedo;
- Precisamente entre 03/08 a 05/08/1987 participa de espetáculo em sua homenagem intitulado “Vinte Anos de Arte”, evento com uma programação extensa com artes plásticas, fotografia, dança, cinema, folclore e a presença de vários artistas do cenário nacional;
- Neste mesmo ano de 87 em 06 de julho, participa do show “Fête des Musiques du Nordeste” no evento “Coleurs du Brésil” do projeto França-Brasil em Paris;
- Em 88 lançou disco educacional-cultural voltado para as crianças sobre a cultura folclórica do Maranhão: “O Brejeiro”;
- Em 89 produz o primeiro registro fonográfico do sotaque mais antigo do Bumba-boi de São Luís sotaque zabumba: o “Boi da Liberdade”;
- A seguir em 18 de junho de 89, realiza show dirigido às crianças no palco do Casino Maranhense em São Luís com o título de “O Bicho”;
- Em 1990 monta programa piloto para TV em São Luís intitulado Chico Maranhão: “REUNIR”;
- Em 1991 lança o disco “Quando as palavras vêem” pelo selo CID;
- Também em 1991 cria grupo intitulado “Companhia Medieval Paparaúbica” que se apresentava pelos eventos nas ruas de São Luís em uma carroça puxada a burro.
- Em 12 de agosto de 92 participa de noite de autografo promovido pela Secretaria de Estado da Cultura de SP sobre o disco “Quando as Palavras Vêm”, na Casa das Rosas- Av. Paulista, e em 18 e 19 do mesmo mês realiza show de lançamento do mesmo disco no bar “Vou Vivendo”–SP, com direção de Fernando Faro e iluminação de Marcelo Spomberg;
- Em 1993 cria o grupo de tambor de crioula – “Turma do Chiquinho”, provocando um expressivo e irreversível desenvolvimento desta manifestação na área cultural da cidade de São Luís;
- Em 20 de setembro de 1995 participa da “1ª Semana Portuguesa no Maranhão”, cantando no show intitulado “Descobrimentos”;
- No mesmo ano de 95 conclui obra sobre a cultura do Bumba-meu-boi maranhense, uma ópera popular intitulada “ÓPERA BOI - O SONHO DE CATIRINA”, com libreto e música de sua autoria encenada no final deste mesmo ano no Teatro Municipal de São Luís, teatro Athur Azevedo. Ao mesmo tempo lança os originais desta ópera em CD;
- No ano de1994 (de 21 a 24 de março) coordena o 1º Seminário Maranhense do Direito Autoral, com presença de Maurício Tapajós, presidente da AMAR, dentro de um movimento intitulado “Música em Movimento – cante este refrão”;
- Em 1996 lançou o CD “São João, Paixão e Carnaval”;
- Neste mesmo ano participou do Festival Maranhense da Canção Popular, em São Luís e ganha o primeiro prêmio com a canção “Hiato no Himalaia”;
- No carnaval de 2000 em 25 de fevereiro tem “participação especial” na abertura da exposição “Mulher: dos Salões à Passarela”, com baile de máscara e desfile de fantasias promoção da FUNCMA e Museu Histórico e Artístico do Ma.
- Em 2001 lança o CD intitulado “Só Carinho”;
- De 2001 a 2003 trabalha sobre tese de mestrado sobre a arquitetura do sobrado de São Luís que resulta em livro intitulado “Urbanidade do sobrado”;
- Em de 2004 (22 de julho) participa do espetáculo intitulado “SÃO JOÃO DE CHICO MARANHÃO”, para o evento “SÃO LUÍS -VALE FESTEJAR” com todas músicas de sua autoria no palco do Convento das Mercês em São Luís, com a presença das cantoras Rosa Reis, Tereza Cantu, Fátima Passarinho, Luciana Pinheiro, Anna Cláudia e Ângela Gullar, com direção e produção artística de sua autoria;
- Em 28 de agosto de 2004 produz reapresentação o mesmo espetáculo “SÃO JOÃO DE CHICO MARANHÃO”, no palco do circo da Cidade em São Luís;
- Em 15 de fevereiro de 2005 realiza show intitulado “BRINACADEIRA DE VIOLA” em São Luís no palco da Concha acústica da Lagoa da Jansen junto com Zeca Baleiro e Cezar Teixeira;
- Em maio de 2005 grava programa em circuito fechado no Canal 20 – TVN em São Luís chamado “Cenário”;
- No correr do mesmo ano de 2005 participa cantando em eventos nos largos e praças de São Luís intitulados “O som do Mará”;
- Em 11 de agosto de 2005 participa do programa “Senhor Brasil” na TVE –São Paulo com a música “ARREUNI” de sua autoria sendo interpretada por Rolando Boldrin, Renato Teixeira, Belquior, Alzira Espíndola, Dominginhos e conjunto de cordas.
- Ainda em agosto 2005 participa de programa de entrevista intitulado “Algazarra” na TV São Luís em São Luís onde canta alguns de seus sucessos;
- Em 01 de outubro de 2005 concede entrevista em programa de variedades na TV Ribamar em São Luís;
- No mesmo mês de outubro de 2005 volta a participar do programa “Senhor Brasil” na TVE –São Paulo fazendo dupla com Renato Teixeira lembrado músicas do começo de suas carreiras do evento chamado ”SAMBAFO”;
- Em 19 de outubro do mesmo ano (2005) volta a participar de programa de variedades na TV Ribamar em São Luís cantando seus sucessos;
- Em 28 de outubro repete participação no mesmo programa de variedades na TV Ribamar e em São Luís;
- Em 05 de novembro de 2005 realiza em São Luís show intitulado “SAMBAFO: onde tudo começou”, no palco da Concha acústica da Lagoa da Jansen com Renato Teixeira e Sérgio Habibe;
- Em 10 de novembro de 2005 participa da reabertura do teatro Municipal de São Luís -Arthur Azevedo, no show intitulado “Show de cantores maranhenses”;
- Em 18 de novembro de 2005 volta ao programa “Algazarra” na TV São Luís em São Luís cantando músicas natalinas de sua autoria;
- Em 11 de dezembro de 2005, realiza apresentação natalina no lançamento do livro de D. Lily Marinho no palco do Convento das Mercês em São Luís;
- Em 2005 conclui livro sobre a arquitetura dos sobrados de São Luís intitulado “Urbanidade do sobrado- um estudo sobre a arquitetura do sobrado de São Luís”;
- Em 27 de junho 2006 realizou espetáculo com banda chamado “Chico Maranhão em Bumba-concerto” na praça Maria Aragão no São João da Prefeitura intitulado “São Luís, o maior arraial do Brasil”;
- Em 23 de julho 2006 participa do evento Vale Festejar no Convento das Mercês apresentando o show “Chico Maranhão em Bumba-concerto”;
- Em 08 de novembro de 2006 lança em São Paulo, na Casa de D. Yayá, Centro de Preservação Histórico da USP, à Rua Major Diogo, 353, livro de arquitetura editado pela Hucitec, “Urbanidade do sobrado”- um estudo sobre a arquitetura do sobrado de São Luís”;
- Em 17 de setembro de 2007 lança o mesmo livro em São Luís, no Espaço da Caixa Econômica Federal, no Centro Histórico - Praia Grande, 223;
- Grava programa de variedade “Algo mais” na TV Difusora em 13/10/2007;
- Grava programa de MPB intitulado “ Conversa de vime” na TV São Luís em 15/10/2007;
- Participa da 1ª Feira de livro de São Luís, relançando o livro “Urbanidade do sobrado” no dia 20 de outubro de 2007;
- Grava programa variedade “Balaio de gente” na TV Tropical em 22/10/2007;
- Faz show no “Clube do choro” no bar do Chico Canhoto Cohama/São Luís em 27/10/2007;
- Participa como homenageado da I Semana de Música no Maranhão nos dias 22 e 23 de novembro de 2007 no Teatro Arthur Azevedo – musica apresentada: Diverdade;
- Realiza show no Armazém da Estrela na Praia Grande em 27/12/2007.
- Em 28/05/2008, participa de evento de Turismo na Faculdade FAMA em São Luís relançando o livro “Urbanidade do sobrado”;
- Em 03 de setembro de 2008, participa como escritor e cantor no evento da Biblioteca Pública de São Luís: Projeto Conversas Literárias na cidade Matões do Norte.
- Em 5 do mesmo mês faz show de encerramento do evento Conversas Literárias no salão nobre da Biblioteca Pública de São Luís.
- Em 15 de novembro de 2008, na cidade de Belém –PA, realiza apresentação intitulada “Alma de criança”, no bar Bodega, à rua Quintino Bocaiúva.
- Em 03 de dezembro de 2008, participa da 3ª Mostra Científico Cultural da Biblioteconomia, no Centro Social da UFMA, Auditório do CCSo, realizando show musical como atração cultural.
- Em 20 de dezembro de 2008, na cidade de Teresina – PI, realiza apresentação “Alma de Criança” no bar “Bossa Nova” à rua Dom Severino 3.091.
- Atualmente, está finalizando espetáculo teatral que idealizou junto com o teatrólogo Ubiratan Teixeira sobre a Revolução de Beckman (1684) em São Luís;