sábado, 20 de janeiro de 2018

Josyara - Perdição (vídeo e letra)

Tanta beleza na mesa Tragos carbonizam A sujeira da mente sã. As porteiras se abrem O campo limpo e os pelos A desordem das planícies corporais, as rochas nos anéis enfeitam os dedos. Riacho de saliva cristalina, nascendo, correndo na direção do teu sorriso. De quem não está afim das coisas que lanço, mas presta atenção nos meus olhos perdidos.