segunda-feira, 29 de janeiro de 2018

Rita Benneditto - Sete Marias (vídeo e letra)

Deu meia noite a lua se escondeu
Lá na encruzilhada
Dando a sua gargalhada
Pompa gira apareceu

Figueira, mulambo, padilha do cabaré
Sete encruzilhadas, do cemitério
Isso é que é mulher

Abre todos os caminhos
Com força e devoção
A cigana vem na frente
Com seu baralho na mão
Sete saias vai faceira
Rodando no barracão
Dona sete é quem comanda
Com seu marafo na mão

Figueira, mulambo, padilha do cabaré
Sete encruzilhadas, do cemitério
Isso é que é mulher

Lua cheia no terreiro
Em noite de devoção
Rosas perfumando o templo
Poeira, asfalto, no chão
Pomba gira da calunga
Não é mulher de ninguém
Quando enfrenta uma demanda
Só sai com sete vinténs

Êta pomba gira tá louca
Tá solta no salão

Alaruê, alaruê, alaruê
Ô mojubá, ô mojubá, ô mojubá
Se ela é odara
Quem tem fé nessa elegbara
É só pedir que ela dá