sábado, 3 de fevereiro de 2018

Sá e Guarabyra - Capitão da meia noite (vídeo e letra)

Não consigo ficar em casa
Olhando aquele luar bonito na calçada
As estrelas me esperam sair pra aparecer
Pois conhecem meu jeito de ser

Não consigo voltar pra casa
Enquanto o último bar não fecha suas portas
Arde dentro de mim a brasa
Que só se apaga diante da luz do sol

Cavaleiro solitário, capitão da meia-noite
Encontrar o inesperado com os olhos bem abertos
Sem saber o que vai ser amanhã

Não espere por mim de dia
A claridade me cega e a cama é tão macia
Criatura noturna esperando o sinal
Da luz artificial
E afinal sigo libertado
No susto dessa cidade saio fascinado
Pela estranha magia do mundo
Que se desmancha diante da luz do sol.

Nenhum comentário:

Postar um comentário