segunda-feira, 26 de fevereiro de 2018

Titane (BIOGRAFIA)

Titane, mineira da cidade de Oliveira, a cantora Titane (Ana Íris) construiu uma carreira associada à cultura popular, próxima ao folclore, mas sem submissão a padrões rígidos. Gravado entre agosto de 1999 e fevereiro de 2000, no estúdio Bemol de Belo Horizonte, este CD, dedicado a Milton Nascimento e aos negros do congado mineiro retrabalha algumas origens primitivas da MPB.

A voz extensa de vôos agudos de Titane, com uma pitada teatral viaja por assinaturas de autores urbanos recentes como Chico Cesar que também participa da gravação (Dança, Moda do Fim do Mundo, esta com Alice Ruiz), Zeca Baleiro (Reza), Edvaldo Santana (Zensider, com Ademir Assumpção) e Neocaipiras como Juraildes da Cruz (Dodói, aberta por uma citação folclórica da região de Goiás/ Tocantins) e Pereira da Viola (Boi da Beira, Viola Cósmica, com Gildes Bezerra) além do congadeiro Mauricio Tizumba (Sá Rainha ).

O clima bucólico não impede elaboração instrumental direcionada pelos arranjos e violões de Gilvan de Oliveira e Weber Lopes num efeito de estranhamento que agrega tradição e experimentalismo.Mineira da cidade de Oliveira, e residindo em Belo Horizonte, a cantora Titane começou suas atividades musicais no início dos anos 80.

Seu trabalho reúne influências do congado mineiro, reciclando canções antigas de autores desconhecidos, clássicos da MPB, com direito a compositores emergentes. Foi assim nos três álbuns que gravou.Seu primeiro disco solo ocorreu em 1986, independente, contando com participação do grupo Uakti e da Guarda de Moçambique de Nossa Senhora do Rosário.

Em 1991, assinou com a gravadora Eldorado e lançou "Verão de 2001", produzido por Zuza Homem de Mello.
Cinco anos depois, lançou o CD "Inseto Raro", pelo selo Atração, registrando a temporada de um show realizado em Ouro Preto.

“Ana” é uma coletânea de canções dos compositores que surgiram na ultima década em Belo Horizonte interpretadas pela voz de uma das maiores e mais autênticas cantoras de Minas Gerais. Titane regrava neste disco composições de Renato Villaça, Érika Machado, Cecília Silveira, Dudu Nicácio e Kristoff Silva.