quinta-feira, 1 de março de 2018

Vital Farias - Taperoá (ÁLBUM)

Cantor e compositor paraibano, revelado em 1976 quando a cantora Marília Barbosa deu voz à sua canção Caso você case em gravação propagada na trilha sonora da novela Saramandaia (TV Globo, 1976), Vital Farias engrossou a corrente migratória que deslocou artistas nordestinos para as cidades de Rio de Janeiro (SP) e São Paulo ao longo da década de 1970. Contudo, ao contrário de conterrâneos como Elba Ramalho e Zé Ramalho, Vital Farias acabaria ganhando mais projeção como compositor do que cantor - talvez pela voz menos imponente do que as de seus colegas. Mesmo assim, Vital gravou e lançou álbuns relevantes entre a segunda metade dos anos 1970 e o início da década de 1980, antes de formar com Elomar, Geraldo Azevedo e Xangai o quarteto do show Cantoria, eternizado em discos editados pela gravadora Kuarup a partir de 1984. Um desses álbuns da carreira solo de Farias - Taperoá (Epic / CBS, 1980) - acaba de ganhar reedição em CD pela mesma Kuarup. Trata-se do segundo álbum do artista. Batizado com o nome da interiorana cidade em que Vital veio ao mundo, em 23 de janeiro de 1943, Taperoá apresentou no repertório - quase inteiramente autoral - canções como Pra você gostar de mim, Repente paulista (exemplo da ótima influência exercida pelos cantadores nordestinos na obra de Farias) e a carnavalesca Nave mãe. No disco produzido pelo próprio Vital Farias e dedicado à mãe do artista, Olívia Farias, o cantautor também dá voz a Veja (Margarida), canção - composta para espetáculo de teatro encenado no Rio de Janeiro em 1975 e gravada naquele mesmo ano de 1980 por Elba Ramalho no álbum Capim do vale (Epic / CBS, 1980) - que se tornaria um dos maiores sucessos da obra do compositor.  A capa da reedição em CD de Taperoá  é a mesma do LP original lançado há 34 anos.