sábado, 21 de abril de 2018

Jairzinho, Simony e Tim Maia - A voz do trovão (vídeo e letra)

Uma vez
Ouvi
Cair do céu
A voz do trovão

Um clarão de luz
Riscou o céu
E tremeu o chão

fez um som asim
Falou pra mim:
- Não tem medo não
vai chover
depois nascer o sol
E o verde no chão

Eu sou cantor
E não sou tão mau
A voz é a natureza
Eu vou
Cantar eu vou
Seja aonde for
Viver minha história de amor

Uma vez alguém
cismou de ter
A voz do trovão

Quis falar igual
O mesmo som
E fez um canhão

Mas se deu mal
E foi viver a desilusão

Foi saber que não
Não vai poder
É pura ilusão

Eu sou cantor
E não sou tão mau
A voz é a natureza
Eu vou cantar, eu vou
Seja aonde for
Viver minha história de amor.