quarta-feira, 6 de junho de 2018

Adriana Rios (BIOGRAFIA)

Adriana Rios nasceu no Rio de Janeiro, Brasil. Na idade de oito anos, ela se mudou para os Estados Unidos e dividiu seu tempo entre os dois países. Ela começou seus estudos de música clássica aos onze anos, tocando flauta, e continuou até entrar na universidade. Ela se formou com distinção no The College of William e Mary, (EUA), em Estudos Latino-Americanos e deixou os EUA para a Europa. Lá, ela voltou às suas inclinações musicais, cantando, tocando flauta e percussão com diferentes grupos de música brasileira em inúmeros clubes de jazz em várias cidades da Grécia, Itália e França.

Voltou a Nova York em 1989 e foi contratada pela gravadora independente Chesky Records como treinadora vocal e assistente de produção para diversos projetos que incluíam seus artistas brasileiros, Ana Caram, Tom Jobim, Leandro Braga, Romero Lubambo, Luis Bonfa. e outros como Herbie Mann e Paquito de Rivera. Em 1990, Paquito de Rivera contratou-a para trabalhar em sua empresa, Havana-New York Music.

Em 1991 Adriana mudou-se para Buenos Aires, desenvolvendo sua carreira musical durante os anos 90, participando de gravações e apresentações com inúmeros músicos argentinos, como Alejandro Santos, Agustín Pereyra Lucena, Guillermo Reuter, Ricardo Lew, Jorge Cutello, Alejandro Herrera, Ricardo Nole. entre outros.

Simplesmente Bossa (MDR 2005), o primeiro projeto solo de Adriana foi gravado no Rio de Janeiro, e é uma homenagem à música de Antonio Carlos Jobim. O projeto contou com a participação de importantes artistas brasileiros e argentinos profundamente ligados à música do Brasil, como Leandro Braga (arranjos e piano), João Lyra (guitarra), Jorge Helder (contra base), Carlos Balla (bateria), Zero ( percussão), Zé Nogueira (sax soprano), Alejandro Santos (arranjos e flautas) e Guillermo Reuter (arranjos, piano e vocais), bem como a performance estelar de um dos compositores mais influentes e queridos do Brasil, Roberto Menescal, que adicionou sua guitarra elétrica a duas faixas

Cadapaju / Terra da Inocência (Untref Sonoro 2012) é seu segundo projeto solo. O disco inclui 11 composições originais de Adriana, algumas em parceria com talentos como Roberto Menescal, Agustín Pereyra Lucena e Felipe Radicetti. As raízes brasileiras do CD são evidentes, assim como a influência palpável do folclore americano e dos gêneros musicais da Argentina e do Uruguai. Essas influências diversas estão presentes em uma fusão natural, não premeditada, que vem das próprias experiências de vida do compositor. Importantes figuras musicais da cena argentina participam do CD, como Daniel Maza, Ruben Izarrualde, Rodrigo Aberastegui e Agustin Pereyra Lucena, além de Dario Eskenazi (EUA), Felipe Radicetti (Brasil), entre outros.