quinta-feira, 26 de julho de 2018

Luciana Mello e Rappin Hood - Se essa rua fosse minha (vídeo e letra)

[LUCIANA]
Se essa rua fosse minha eu mandava, eu mandava muito
bem
Se a cidade fosse toda uma eu mandava
Se essa rua fosse sua 'qué' que tu mandava
Não era nada mal
Se a cidade fosse toda nossa só carnaval
Se essa rua fosse nossa, nossa
Que parada irada
Se a cidade fosse amada, por todo mundo e cada
Por todo mundo e cada
Se essa rua fosse minha eu mandava, eu mandava muito
bem
Se a cidade fosse toda uma eu mandava
Se essa rua fosse sua 'qué' que tu mandava
Não era nada mal
Se a cidade fosse toda nossa só carnaval
Se essa rua fosse nossa, nossa
Que parada irada
Se a cidade fosse amada, por todo mundo e cada
Por todo mundo e cada

[RAPIN' HOOD]
To vendo nada mina, to vendo nada
Não tem saída e nem entrada
A hora é má e a vida é malvada
O sol bate nas grades só quando o dia acaba
Na prisão que é nossa cidade
Você rima, você rala, você luta, você canta
E não adianta mina, não adianta
A Melodia, a luz do dia, sua voz doce, sua rebeldia
É tanta crueldade, só brutalidade, infelicidade na
nossa cidade
Mas se a tua rua fosse minha
Mina, se a tua fosse a minha
Se a lua fosse minha mina, se a lua fosse minha
Eu te pegava, com gara, com gana, com raiva
E te furava, te furava mina, te amava mina, te amava
E a gente junta tudo transformava
A cidade em tudo aquilo que não é
Organizada, com mais respeito e prazer
Prazer e respeito, o povo tem direito
Por isso eu rimo pro meu primo, segurando uma HK
apenas um menino
Rimo o policial que não se deixa comprar
Rimo o garoto que ninguém viu matar
Rimo pro trabalhador, rimo pro assassino
Rimo pra ti, pra mim e pro meu amor
Que ainda não vê saída, que não vê entrada
Rimo minha, rima dura e desesperada
Rimo pra tudo mina, rimo pra nada
Rimo pra tudo mina, rimo pra nada
Madrugada, caminha...