sexta-feira, 2 de novembro de 2018

Chico César - Miaêiro / Espumas ao vento (vídeo e letra)

Depois que eu ganhar dinheiro
Pro meu miaêro vazio
Vou passear no Brasil
Vê o Rio de Janeiro
Passado o meu mal passadio
Passado esse tempo distil
Eu quero brincar no terreiro
Depois que eu ganhar dinheiro
Pro meu miaêro vazio
Vou passear no Brasil
Vê o Rio de Janeiro
Passado o meu mal passadio
Passado esse tempo distil
Eu quero brincar no terreiro
Eu vou comprar uma sandália
Daquela de brasileiro
Chinela que no chão pisar
E faz um chiado maneiro

Também quero uma camisa
Que é feita de brisa
E que deixa desnudo o tempo inteiro
Eu vou comprar uma sandália
Daquela de brasileiro
Chinela que no chão pisar
E faz um chiado maneiro
Também quero uma camisa
Que é feita de brisa
E que deixa desnudo o tempo inteiro
Miaêro oh oh, miaêro
Miaêro oh oh oh, miaêro
Miaêro oh oh, miaêro
Miaêro oh oh oh oh, miaêro
Depois que eu ganhar dinheiro
Pro meu miaêro vazio
Vou passear no Brasil
Vê o Rio de Janeiro
Passado o meu mal passadio
Passado esse tempo distil
Eu quero brincar no terreiro
Eu vou comprar uma sandália
Daquela de brasileiro
Chinela que no chão pisar
E faz um chiado maneiro
Também quero uma camisa
Que é feita de brisa
E que deixa desnudo o tempo inteiro
Eu vou comprar uma sandália
Daquela de brasileiro
Chinela que no chão pisar
E faz um chiado maneiro
Também quero uma camisa
Que é feita de brisa
E que deixa desnudo o tempo inteiro
Miaêro oh oh, miaêro
Miaêro oh oh oh oh, miaêro
Miaêro oh oh, miaêro
Miaêro oh oh oh oh, miaêro
Sei que aí dentro ainda mora um pedacinho de mim
Um grande amor não se acaba assim
Feito espumas ao vento
Não é coisa de momento, raiva passageira
Mania que dá e passa, feito brincadeira
O amor deixa marcas que não dá pra apagar
Sei que errei, tô aqui pra te pedir perdão
Cabeça doida, coração na mão
Desejo pegando fogo
E sem saber direito a hora e o que fazer
Eu não encontro uma palavra só pra te dizer
Ai, se eu fosse você eu voltava pra mim de novo

E de uma coisa fique certa, amor
A porta vai estar sempre aberta, amor
O meu olhar vai dar uma festa, amor
Na hora que você chegar
E de uma coisa fique certa, amor
A porta vai estar sempre aberta, amor
O meu olhar vai dar uma festa, amor
Na hora que você chegar
Sei que errei, tô aqui pra te pedir perdão
Cabeça doida, coração na mão
Desejo pegando fogo
E sem saber direito a hora e o que fazer
Eu não encontro uma palavra só pra te dizer
Ah! se eu fosse você eu voltava pra mim de novo