sábado, 28 de março de 2015

Tim Maia - Azul da cor do mar (vídeo e letra)


Ah!
Se o mundo inteiro
Me pudesse ouvir
Tenho muito pra contar
Dizer que aprendi
E na vida a gente
Tem que entender
Que um nasce pra sofrer
Enquanto o outro ri
Mas quem sofre
Sempre tem que procurar
Pelo menos vir achar
Razão para viver
Ver na vida algum motivo
Pra sonhar
Ter um sonho todo azul
Azul da cor do mar
Mas quem sofre
Sempre tem que procurar
Pelo menos vir achar
Razão para viver
Ver na vida algum motivo
Pra sonhar
Ter um sonho todo azul
Azul da cor do mar

sexta-feira, 27 de março de 2015

Clara Nunes - O mar serenou (vídeo e letra)


O mar serenou quando ela pisou na areia
Quem samba na beira do mar é sereia
O pescador não tem medo
É segredo se volta ou se fica no fundo do mar
Ao ver a morena bonita sambando
Se explica que não vai pescar
Deixa o mar serenar
O mar serenou quando ela pisou na areia
Quem samba na beira do mar é sereia
A lua brilhava vaidosa
De si orgulhosa e prosa com que deus lhe deu
Ao ver a morena sambando Foi se acabrunhando então adormeceu o sol apareceu
O mar serenou quando ela pisou na areia
Quem samba na beira do mar é sereia
Um frio danado que vinha
Do lado gelado que o povo até se intimidou
Morena aceitou o desafio Sambou e o frio sentiu seu calor e o samba se esquentou
O mar serenou quando ela pisou na areia
Quem samba na beira do mar é sereia
A estrela que estava escondida
Sentiu-se atraída depois então
apareceu
Mas ficou tão enternecida Indagou a si mesma a estrela afinal será ela ou sou eu
O mar serenou quando ela pisou na areia
Quem samba na beira do mar é sereia

Luiz Guedes - Bons tempos (vídeo e letra)


Havia um sonho em cada estrela
Havia sonhos, havia estrelas
E em cada rua, uma lua.

Contava amigos todo tempo.
Havia tempo
Havia amigos
Eram outros os perigos.

E eu me lembro que ser livre...
era sagrado,
era direito,
era jogo seguro.

E as pessoas sempre em nossa casa...
Eram bem vindas, simplesmente.
Mesa farta, palha na varanda
Eram felizes os domingos


Mas, tudo tem seu tempo certo
ontem o vento levou
hoje sonhamos mudar
amanhã celebrar outra rua
outra lua, outra lua
Amanhã.

quinta-feira, 26 de março de 2015

Marina Lima - Veneno (vídeo e letra)


Veneno
Não me beije que eu tenho veneno
É meu preço não faço por menos
Mas depois te amarei
Veneno
Esta vida é tão pouca e pequena
Nestes lábios tem todo o veneno
Que você ama e quer
Todos os sentidos, cada gota
D'água, nesses mares de prazer
Veneno
Cor-de-rosa suave e moreno
Nestes seios tem todo o veneno
Que você chama amor