quarta-feira, 22 de março de 2017

Claudio Zoli - Noite do Prazer (vídeo e letra)



A noite vai ser boa
Boa!
De tudo vai rolar
Vai rolar!
De certo que as pessoas
Querem se conhecer
Olham e se beijam
Numa festa genial
Na madrugada, a vitrola
Rolando um blues
Tocando B.B.King sem parar
Sinto por dentro uma força
Vibrando, uma luz
A energia que emana
De todo prazer
Prazer em estar contigo
Um brinde ao destino
Será que o meu signo
Tem a ver com o seu?
Vem ficar comigo
Depois que a festa acabar
Na madrugada, a vitrola
Rolando um blues
Tocando B.B.King sem parar
Sinto por dentro uma força
Vibrando, uma luz
A energia que emana
De todo prazer
Na madrugada, a vitrola
Rolando um blues
Tocando B.B.King sem parar
Sinto por dentro uma força
Vibrando, uma luz
A energia que emana
De todo prazer

Max de Castro - A história da morena nua...(vídeo e letra)



Se desfez dos adereços e se vestiu de nua
Se banhou em purpurina ainda na concentração
Padecer no anonimato despertou os seus desejos
E lotada de alegria se entregou a multidão
Não sabia o samba enredo mas sorrir sabia até de cor
Uma flor recém formada, atrevida, linda e sensual
Sob o olhar dos refletores, sempre doce imaginava
Um imenso baile funk só que era carnaval
Quanto mais a morena funkiava
A galera insandecida queria mais, pedia mais
A morena enlouqueceu a bateria
E a cadência foi ficando para trás
Tamborins em desencontro enquanto o surdo atravessava
Foi-se os pontos da escola no quesito de harmonia
A coisa até o mestre-sala e a comissão de frente
Se renderam aos pobres passos que a morena introduzia
Momentaneamente cega pelos flashs da ilusão
Mais um corpo de passista para a fama debutou
Nem pensou quando falava numa rede de tv
Que foi por causa dela que a escola não ganhou
Quanto mais a morena funkiava
A galera insandecida queria mais, pedia mais
A morena enlouqueceu a bateria
E a cadência foi ficando para trás

terça-feira, 21 de março de 2017

Wilson Simoninha - Sá Marina (vídeo e letra)




Descendo a rua da ladeira
Só quem viu, que pode contar
Cheirando a flôr de laranjeira
Sá Marina vem prá dançar...
De saia branca costumeira
Gira ao sol, que parou prá olhar
Com seu jeitinho tão faceira
Fez o povo inteiro cantar...
Roda pela vida afora
E põe prá fora esta alegria
Dança que amanhece o dia
Prá se cantar
Gira, que essa gente aflita
Se agita e segue no seu passo
Mostra toda essa poesia do olhar
Huuuuuuummmm!...
Deixando versos na partida
E só cantigas prá se cantar
Naquela tarde de domingo
Fez o povo inteiro chorar
E fez o povo inteiro chorar
E fez o povo inteiro chorar...
Lá Lá Lá Lá Lá Lá Lá Lá Lá!
Lá Lá Lá Lá Lá Lá Lá Lá Lá!
Lá Lá Lá Lá Lá Lá Lá Lá Lá!
Lá Lá Lá Lá Lá Lá Lá Lá Lá!
Oh!
Deixando versos na partida
E só cantigas prá se cantar
Naquela tarde de domingo
Fez o povo inteiro chorar
E fez o povo inteiro chorar
E fez o povo inteiro chorar
E fez o povo inteiro chorar...
Lá Lá Lá Lá Lá Lá Lá Lá Lá!
Lá Lá Lá Lá Lá Lá Lá Lá Lá!
E fez o povo inteiro chorar
E fez o povo inteiro chorar
E fez o povo inteiro chorar
E fez o povo inteiro chorar...

Pedro Mariano - Simplesmente (vídeo e letra)



Simplesmente posso esperar
Aqui por você, uma eternidade
Uma tarde inteira
Simplesmente posso encontrar
Qualquer distração, ruas da cidade
Restos de uma feira
Tomo um atalho lá
Só pra te perder
Enquanto olho os aviões
Nada tremeu no ar
Não vi nem um sinal
Simplesmente eu posso esperar
Simplesmente posso esquecer
Da guerra ou da paz
Uma eternidade, uma tarde inteira
Calmamente posso contar
As nuvens no céu
Rostos na vidraça, flores nessa praça
Desço a Consolação só pra coincidir
Leio manchetes por aí
Nada tremeu no ar
Não vi nem um sinal
Mesmo assim eu posso esperar
Até deixar um recado na tarde
Uma simples saudade
Que você vai sentir quando sentar-se a mesa
Uma simples certeza
Que agora é você quem espera por mim

Nana Caymmi - Ternura antiga (vídeo e letra)


 Ai, a rua escura, o vento frio
Esta saudade, este vazio
Esta vontade de chorar
Ai, tua distância tão amiga
Esta ternura tão antiga
E o desencanto de esperar
Sim, eu não te amo porque quero
Ah, se eu pudesse esqueceria
Vivo, e vivo só porque te espero
Ai, esta amargura, esta agonia

Nana Caymmi - Vinho guardado (vídeo e letra)



Abre a tranca da janela por favor
Que o pior da tempestade já passou
Tem um sol se espreguiçando no jardim
Gritando assim
Abre a porta pra mim
Desfaz a prisão
Não há mais razão
Não há mais porque
Querer se esconder da vida
Abre os olhos e desperta, por favor
Que o pior da tempestade já passou
Abandona o travesseiro e o cobertor
Que um novo amor
Pode estar pra chegar
Desfaz a prisão
Não há mais razão
Não há mais porque
Querer se esconder da vida
Eu sei que pra viver um grande amor
Vinho guardado é bem melhor
Tem mais sabor
Porém quando ele envelhece
Se a gente esquece
Pode se estragar
Meu bem, conta pra saudade
Que a felicidade
Veio morar em seu lugar