segunda-feira, 30 de outubro de 2017

Leo Fressato (BIOGRAFIA)

Leo Fressato é compositor desde os 14 anos. 
Começou a escrever sobre amor ainda mais cedo, aos 10 anos de idade, quando, pela primeira vez, se apaixonou. 
E, até hoje, assim são as canções de Leo Fressato: um tratado sobre o amor.
 Entre folhas de outono e invernos rigorosos brotam flores nas canções do rapaz. 
É preciso que o inverno passe (e que passe depressa). 
E, para que isso aconteça, Leo brinca. 
Oras de ser veludo, para tecer delicadeza; oras de ser espinho e sangrar a canção com os gritos de dor dos amores mal fadados. Leo Fressato é feito de flores e de veias saltadas no pescoço.
Em 2004 conheceu, na faculdade de Artes Cênicas, Ana Larousse, com quem viria a desenvolver uma de suas sua principais e mais estáveis parcerias. Anos seguintes cruzou com o produtor musical e baterista Alexandre Rogoski com quem firmou uma amizade e parceria musical. O mesmo aconteceu com Marc Olaf, com quem viajou em longa turnê pelo país em 2010. Em meados de 2011 deparou-se com Jerôme Gras. O encanto do francês pela voz e pelas composiçoes de Leo Fressato foi imediato e teve também uma imediata recíproca de Leo, que ficou cativado pelas idéia musicais de Jerôme.

Junto com o estúdio Gramofone, a Transpira e a Singélida Produções Culturais, prepara o seu primeiro álbum para que o inverno passe depressa.